metaplasia intestinal

O que é?

A metaplasia intestinal acontece quando as células do revestimento do trato digestivo se transformam em células intestinais. Isso pode ocorrer, por exemplo, nas paredes do estômago.

Você já fez uma endoscopia e a biópsia mostrou metaplasia intestinal?

A Metaplasia pode ser de 2 tipos: completa ou incompleta.

Neste artigo, exploraremos essas duas formas de metaplasia intestinal, destacando suas diferenças.

Dr Diego Baima
Dr Diego Baima – Médico Gastroenterologista

Tipos

1) Metaplasia Intestinal Completa

  • Substituição total do tecido normal por células intestinais.
  • Ocorre principalmente no esôfago e no estômago.

2) Metaplasia Intestinal Incompleta

  • Transformação parcial das células do trato digestivo.
  • Geralmente ocorre no esôfago, mas também no estômago.

Qual a diferença entre a Completa e Incompleta?

Três tipos de metaplasia intestinal foram identificados no estudo das biópsias

1) Tipo I (completa)

2) tipo II e tipo III (incompleta)

O tipo I raramente se torna maligno. Os tipos II e III estão associados a mutações genéticas e câncer.

Ambas estão associadas à infecção pela bactéria Helicobacter pylori.

Sintomas

A metaplasia intestinal não costuma causar sintomas, mas está mais frequentemente associada à infecção por H. pylori e pode evoluir para gastrite e úlceras gástricas e intestinais. Nestes casos, aparecem os seguintes sintomas: 

  • Dor na barriga
  • Enjôos
  • Digestão difícil
  • Barriga inchada
  • Sensação de gases
  • Queimação e azia

Metaplasia Instestinal pode virar Câncer?

O diagnóstico de metaplasia intestinal geralmente é feito por acaso, quando um médico realiza exames como endoscopia gastrointestinal ou biópsia gástrica para acompanhar outros problemas digestivos.

Se for do tipo Incompleta, existe um maior risco de evoluir para o Câncer como tempo. Por isso, é importante manter o seguimento médico de vigilância, de acordo com os protocolos estabelecidos.

Metaplasia tem cura?


Embora a metaplasia intestinal não tenha uma cura definitiva, a vigilância endoscópica desempenha um papel crucial no acompanhamento dessa condição.
Esse procedimento consiste em exames periódicos com endoscopia digestiva alta, permitindo a detecção precoce de alterações e o tratamento adequado, reduzindo o risco de complicações e aumentando as chances de um bom prognóstico.

Mantenha-se atento às recomendações médicas para garantir uma vigilância adequada.

Tratamento da Metaplasia Intestinal

Não existe um tratamento específico que reverta as alterações nas células do estômago. Os medicamentos usados ​​para tratamento reduzem os sintomas típicos da gastrite e atuam no combate ao Helicobacter pylori.

Os sintomas de inflamação gástrica são tratados com medicações que procurar reduzir a acidez do estômago.

Além disso, é fundamental tratar a Infecção pelo H. pylori. Isso reduz as possíveis complicações da Metaplasia. São usados antibióticos, geralmente amoxicilina e claritromicina. Após o tratamento, seu médico solicitará exames para verificar se a bactéria foi morreu. Eliminar adequadamente as bactérias reduz o risco de desenvolver câncer em cerca de 30%.

O tratamento também inclui a suplementação de vitamina C, que é rica em propriedades antioxidantes, antiaterogênicas, além de outros suplementos antiinflamatórios.

Tomando estes cuidados, o risco de evoluir para câncer é mínimo, permitindo ao paciente viver uma vida normal.

A frequência das endoscopias de vigilância varia de acordo com as características individuais da metaplasia. A endoscopia pode ser repetida a cada 3, 6 e 12 meses após o diagnóstico. Se o problema ficar estável, a frequência das verificações tende a diminuir e pode se repetir após 3, 5 ou 10 anos. 

ÚLTIMOS POSTS

Úlcera Gástrica (estômago): sintomas e tratamento

Úlcera Gástrica (estômago): sintomas e tratamento

Você está sofrendo com Úlcera gástrica? Este artigo abrangente oferece conselhos especializados sobre as causas e tratamento da úlcera no estômago. Irá...
9 alimentos bons para o fígado saudável

9 alimentos bons para o fígado saudável

O fígado faz parte do sistema de desintoxicação natural do corpo, que ajuda a filtrar as toxinas.  Os alimentos que auxiliam na...
7 fatos sobre a Síndrome de Gilbert

7 fatos sobre a Síndrome de Gilbert

Síndrome de Gilbert é uma alteração genética do fígado em que o corpo não consegue processar adequadamente a bilirrubina. O acúmulo de...
Endoscopia em Fortaleza – Agende seu Exame!

Endoscopia em Fortaleza – Agende seu Exame!

Marcar exame de Endoscopia em Fortaleza Seja atendido com carinho e confiança e sem se preocupar com congestionamentos e filas Dr Diego...
Adenoma Hepático: diagnóstico e tratamento

Adenoma Hepático: diagnóstico e tratamento

O Adenoma Hepático é um tipo de tumor benigno que aparece no fígado. Mesmo sendo benigno, esse ele levar a complicações ao paciente. Existe o...
Paniculite Mesentérica: sintomas e tratamento

Paniculite Mesentérica: sintomas e tratamento

Dr Diego Baima Mesentério O que é? Paniculite Mesentérica é uma inflamação do tecido gorduroso do mesentério. Parece complicado, não é? Mas...
Protetor gástrico: o que você precisa saber

Protetor gástrico: o que você precisa saber

Dr Diego Baima O que são? Os protetores gástricos são medicamentos que, muitas vezes, passam despercebidos em nossas vidas. No entanto, esses...
Síndrome do Intestino Permeável: o que você precisa saber

Síndrome do Intestino Permeável: o que você precisa saber

O que é a Síndrome do Intestino Permeável? O que é? Síndrome do Intestino Permeável (ou Leaky Gut) é uma doença intestinal...
Refluxo Gastroesofágico: sintomas e tratamento

Refluxo Gastroesofágico: sintomas e tratamento

O que é? Você sente azia constante? Refluxo gastroesofágico acontece quando o conteúdo do estômago retorna para o esôfago. Na verdade, esse...
Cirrose e Hepatopatia crônica: sintomas e tratamento

Cirrose e Hepatopatia crônica: sintomas e tratamento

Hepatopatia Crônica e Cirrose: Conheça os sintomas, as causas e o tratamento Aprenda aqui. Descubra o Médico Especialista em Cirrose O que...
Colonoscopia em Fortaleza – Agende seu Exame!

Colonoscopia em Fortaleza – Agende seu Exame!

Marcar exame de Colonoscopia em Fortaleza Seja atendido com acolhimento e confiança, sem se preocupar com congestionamentos e filas Dr Diego Baima...
Colite Ulcerativa: sintomas e tratamento

Colite Ulcerativa: sintomas e tratamento

O que é? Retocolite Ulcerativa (ou Colite ulcerativa) é uma doença que causa inflamação no intestino grosso e no reto, gerando sintomas...
Cisto no fígado: sintomas e tratamento

Cisto no fígado: sintomas e tratamento

Dr Diego Baima Cisto no fígado é uma bolha cheia de líquido, geralmente arredondada, que surge dentro deste órgão. Geralmente, são encontrados,...
Hemangioma no Fígado: é grave?

Hemangioma no Fígado: é grave?

O hemangioma no fígado é um tumor benigno. Geralmente, aparece como um nódulo no exame de imagem. Saiba mais sobre os sintomas,...
Câncer de Cólon: sintomas e tratamento

Câncer de Cólon: sintomas e tratamento

Dr Diego Baima O câncer de cólon está entre os mais comuns atualmente. O cólon (como chamamos o intestino grosso) faz parte...
Doença Celíaca: sintomas, diagnóstico e tratamento

Doença Celíaca: sintomas, diagnóstico e tratamento

Dr Diego Baima Doença celíaca: o que é? A doença celíaca é conhecida como "a doença do glúten". Na doença celíaca, existe...
Pancreatite Aguda: diagnóstico e tratamento

Pancreatite Aguda: diagnóstico e tratamento

Pancreatite Aguda é uma inflamação do pâncreas que pode levar a risco de vida. Na maior parte das vezes, é leve. Mas...
Gastrite: tudo o que você precisa saber

Gastrite: tudo o que você precisa saber

Você está sofrendo com Gastrite? Aprenda agora quais as principais causas de Gastrite e como tratar. O que é? De vez em...
Hepatite B: sintomas e tratamento

Hepatite B: sintomas e tratamento

A Hepatite B tem cura? ⚠️ Sim, pode ter cura. Mas é preciso avaliar cada caso. Com certeza, você já ouviu falar...
Gordura no Fígado: como tratar?

Gordura no Fígado: como tratar?

Gordura no fígado (Esteatose Hepática) é uma das principais doenças do fígado atualmente. Afeta mulheres e homens, em todas idades. Saiba mais...
1 2 3

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *