1. O que é o Abscesso no Fígado?

Os abscessos hepáticos (do fígado) são coleções de pus que se formam no fígado.

São geralmente causados por infecções bacterianas e podem variar em tamanho. Pode ser causado também pela Ameba.

Essas infecções podem ocorrer devido à disseminação de bactérias a partir de outra parte do corpo, como o intestino, ou através da corrente sanguínea.

2. O que Pode Causar Abscesso no Fígado?

Existem várias causas possíveis para abscessos hepáticos, sendo as mais comuns:

  • Infecções Bacterianas: Bactérias, como Escherichia coli e Klebsiella, podem se espalhar para o fígado, causando infecções e abscessos.
  • Apêndice Perfurado: Em alguns casos, a inflamação do apêndice pode levar à formação de abscessos no fígado.
  • Trauma: Lesões ou ferimentos na área abdominal também podem aumentar o risco de abscessos hepáticos.

Médico Especialista em Abscesso no Fígado é o HEPATOLOGISTA –> CLIQUE AQUI

3. Quais São os Sintomas?

  • Febre: Um dos sintomas mais comuns é uma temperatura corporal elevada.
  • Dor Abdominal: A dor na parte direita do abdômen é comum, muitas vezes acompanhada por sensibilidade ao toque.
  • Icterícia: Em alguns casos, a pele e os olhos podem ficar amarelados devido ao comprometimento do fígado.
  • Náuseas e Vômitos: Pode haver perda de apetite, náuseas e vômitos.

4. Como Fazer o Diagnóstico?

O diagnóstico dos abscessos hepáticos geralmente envolve uma combinação de exames clínicos e de imagem. Isso pode incluir:
Ultrassonografiatomografia computadorizada e ressonância magnética para visualizar o abscesso e determinar o seu tamanho e localização.

  • Ultrassonografia
  • Tomografia computadorizada
  • Ressonância magnética

5. Quais São os Tratamentos dos Abscessos Hepáticos?

O tratamento depende do tamanho e gravidade do abscesso, mas inclui geralmente:

  • Antibióticos: Administração de antibióticos para tratar a infecção subjacente.
  • Drenagem: Em alguns casos, o abscesso pode ser drenado cirurgicamente ou com a ajuda de técnicas minimamente invasivas.

–> COMO É FEITA A DRENAGEM?

A drenagem do abscesso é um procedimento médico essencial para remover o pus acumulado.

O paciente é anestesiado e preparado, e uma agulha é inserida com orientação por imagem para aspirar o pus. Em casos complexos, um dreno pode ser deixado para drenagem contínua.

A cultura do pus identifica a bactéria causadora da infecção.

Após o procedimento, o paciente é monitorado para observar melhora ou complicações. Recuperação geralmente é positiva quando realizado corretamente, aliviando sintomas e tratando a infecção subjacente.

Quando o abscesso é pequeno, ele pode diminuir e curar apenas usando antibióticos, sem necessidade de drenagem.

6. Principais Bactérias Causadoras

  • Escherichia coli: Essa bactéria comumente encontrada no intestino é uma das causas mais frequentes de abscesso no figado. Pode atingir o fígado através da disseminação a partir do trato gastrointestinal.
  • Klebsiella pneumoniae: Outra bactéria intestinal, a Klebsiella pneumoniae, também pode causar abscessos hepáticos, especialmente em pessoas com sistema imunológico enfraquecido.
  • Staphylococcus aureus: Embora menos comum, o Staphylococcus aureus pode ser responsável por abscessos hepáticos, muitas vezes resultantes de disseminação sanguínea a partir de infecções em outras partes do corpo.
  • Entamoeba histolytica: Embora seja um parasita unicelular e não uma bactéria, é importante mencionar o abscesso amebiano, que é causado por Entamoeba histolytica e pode afetar o fígado, causando sintomas semelhantes aos de um abscesso hepático bacteriano.

7. Tem Risco de Virar Câncer?

Os abscessos hepáticos não estão diretamente relacionados ao câncer de fígado. Mas nem por isso o tratamento deve ser adiado.

8. Quais São as Possíveis Complicações?

As complicações dos abscessos no fígado podem incluir:

  • Ruptura: Um abscesso hepático pode romper, levando a infecções graves e generalizadas.
  • Formação de Cicatrizes: A cicatrização pode ocorrer no fígado após o tratamento do abscesso.
  • Recorrência: Em alguns casos, os abscessos podem voltar após o tratamento inicial.

Fonte: https://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1130-01082014000500011

ÚLTIMOS POSTS

Como Encontrar o Melhor Médico do Intestino

Como Encontrar o Melhor Médico do Intestino

Marque Sua Consulta com o Médico de Intestino A gastroenterologia é uma área médica que se concentra na saúde do sistema digestivo,...
Médico do Intestino: quando procurar?

Médico do Intestino: quando procurar?

Marque Sua Consulta com o Médico de Intestino Quando você deve procurar um médico para intestino? Melhor Médico para Intestino? Dr Diego...

Hepatologista Online – Agendar Consulta Agora | Excelência a seu Alcance

Marque Sua Consulta com o Hepatologista Online Você pode agendar uma consulta online com Hepatologista de qualquer lugar que você estiver. Hepatologista...

Gastroenterologista Online – Agende Sua Consulta | Excelência a seu Alcance

Marque Sua Consulta com o Gastroenterologista Telemedicina Agora você pode marcar uma consulta online com gastroenterologista de onde você estiver. Melhor Gastroenterologista...
Abscesso no Fígado: é grave?

Abscesso no Fígado: é grave?

abscesso no figado
TGO e TGP alterados: o que significa?

TGO e TGP alterados: o que significa?

TGO e TGP alterados
Metaplasia Intestinal: é grave?

Metaplasia Intestinal: é grave?

O que é? A metaplasia intestinal acontece quando as células do revestimento do trato digestivo se transformam em células intestinais. Isso pode...
Alimentos Ricos em Fibras para o Intestino

Alimentos Ricos em Fibras para o Intestino

Alimentos Ricos em Fibras para o Intestino
Eliminar gordura no fígado rápido: como fazer?

Eliminar gordura no fígado rápido: como fazer?

Você pode Eliminar gordura no fígado rápido reduzindo a ingestão de certos alimentos, por exemplo aqueles que contêm gordura saturada e trans. ...
Pangastrite enantematosa leve: como tratar?

Pangastrite enantematosa leve: como tratar?

Pangastrite enantematosa leve é uma inflamação do revestimento do estômago que afeta a mucosa gástrica. Gostaria de compartilhar algumas informações importantes sobre...
Esofagite Erosiva: 5 coisas que você precisa saber

Esofagite Erosiva: 5 coisas que você precisa saber

Esofagite Erosiva é uma inflamação, irritação ou inchaço do revestimento do esôfago, que é o tubo que vai da garganta até ao...
Fezes ressecadas: 5 segredos para melhorar

Fezes ressecadas: 5 segredos para melhorar

O que é? Muitas pessoas podem sentir-se desconfortáveis em falar sobre o assunto, mas como gastroenterologista, é importante abordar o tema das...
Nódulo no fígado: precisa fazer biópsia?

Nódulo no fígado: precisa fazer biópsia?

Nódulo no fígado surge quando se forma uma pequena bola cheia de líquido, ou até material sólido. É uma lesão no fígado que deve ser...
Nodulo no figado: pode ser perigoso?

Nodulo no figado: pode ser perigoso?

O nódulo no fígado é uma lesão que pode se formar nesse órgão. Na maioria das vezes, é uma lesão benigna, sem...
Como acabar com a diarreia: 6 dicas caseiras

Como acabar com a diarreia: 6 dicas caseiras

Você deve estar se perguntando como acabar com a diarreia rápido. Para interromper a diarreia rapidamente, é importante aumentar a ingestão de...
Hepatite crônica: 5 coisas que você precisa saber

Hepatite crônica: 5 coisas que você precisa saber

Hepatite Crônica é grave? Esta é uma doença que pode causar um choque emocional para muitas pessoas. Ela é uma inflamação persistente...
9 remédios caseiros para aliviar os gases e barriga inchada

9 remédios caseiros para aliviar os gases e barriga inchada

Remédios caseiros para aliviar os gases incluem tomar probióticos, fazer exercícios e usar óleo de hortelã-pimenta. O gás acontece quando os alimentos...
Gases Embaixo da Costela Esquerda

Gases Embaixo da Costela Esquerda

Você já acordou no meio da noite com uma dor tão forte na região da barriga, do lado esquerdo, que te fez...
Hepatite Autoimune: sintomas e tratamentos

Hepatite Autoimune: sintomas e tratamentos

A hepatite autoimune é uma doença progressiva que afeta o fígado, causando inflamação e danos que podem ser tornar irreparáveis. É uma...
Pólipos no intestino: a importância do diagnóstico precoce

Pólipos no intestino: a importância do diagnóstico precoce

Os pólipos no intestino são crescimentos anormais que se desenvolvem na mucosa do intestino. São semelhantes a "verrugas". Embora a maioria dos...
1 2 3

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *